Bangkok – transportes e tuk tuks

Sempre escutei pessoas falando “ou você ama ou odeia Bangkok.” No meu caso não foi nem um nem outro, fiquei dividida. Amei as atracões, os shoppings center e tanto o metro como o skytrain. Odiei como os Tuk tuks se fazem de amigos só para te enviar para lugares errados ou te levar no famoso TAT. Um cara se aproximou da gente falando super bem e disse que não podíamos pegar o barco e ir onde queríamos que era melhor pegar um tuk tuk e ir ao Luck Budha.  Por sorte não fomos e depois vimos esse cartaz no Grand Palace.

Outro tuk tuk nos pegou no meio do caminho enquanto íamos para um templo, ele disse que esse templo não estava aberto e que por 20 bath ia levar nos três a um Buddha grande, a uma agencia que da informações para os turistas chamada TAT, a um outro templo e depois ia deixar a gente no rio para pegar um passeio de barco. Aceitamos e ele foi tão simpático e nos divertimos. Fomos ao Buddha grande, depois na agencia TAT, chegando lá falamos que queríamos ir para Sukhothai e depois Chiang Mai e o cara disse que nessa época era muito movimentado e que ia ser difícil achar vaga porém ele conseguia. Por 9 dias ele queria nos cobrar 12000 bath com tudo incluso, menos alimentação, cada um (sendo que nos gastamos ao todo cada um menos de 5000 com tudo incluído). Nós falamos que não que íamos ver, quando chegamos no tuk tuk e ele percebeu que não fizemos reservas, ele fechou a cara e nem nos respondia mais, nos deixou em uma rua e foi embora. Depois disso começamos a evitar os tuk tuks. Como gostamos de andar, fazíamos longos percursos a pé. Usamos e abusamos do metro e do skytrain, opção barata e conveniente. Pena que não ia a vários lugares. Mas a dica é evite os tuk tuks!

 

 

Leave a Reply

Close