Chiang Mai

Uma cidade grande, mas não como Bangkok. Uma cidade charmosa e cheia de coisas a fazer, essa é Chiang Mai. Nossa estadia foi longa pois  decidimos ficar para o ano novo, e foi o melhor que fizemos.

Visitamos vários templos e vimos um todo em madeira, um dos mais bonitos que vimos até agora.

Foi em Chiang Mai que contratamos por 200THB o taxi da nossa guesthouse e fomos até o Tiger Kingdom e ficamos na jaula com os tigre, foi bem legal.

Fomos até a loja Elefant Parade, onde eles fazem elefantes pelo mundo todo e a verba é destinada a ajudar os elefantes. Muito legal.

Fomos até Doi Supet, um templo que fica super alto em uma montanha e a vista é linda. O valor do bus para subir e descer era de 40THB cada, porém na hora de descer o homem parou no meio do caminho e deixou a gente lá. Fiquei tao brava porque ja tinha pagado e ele gritava comigo e eu com ele, todos olhavam a gente. Agora que lembro acho engraçado, mas na hora não foi.

Tem vários mercados, os principais são o que fica em China Town e o Night Market. Porém nunca vi nada como o Sunday Market, era no meio da rua principal e eram como 4 ruas cheias de barracas e pessoas. Uma loucura.

Foi em Chiang Mai que fizemos também o curso de culinária e aprendemos a fazer 7 pratos Tailandeses. Pagamos 900THB e fizemos o curso do dia todo. Valeu a pena e foi uma delicia.

Como era época de ano novo, no portão principal tinha o festival de Contagem Regressiva, que durou toda a semana e todos os dias haviam barraquinhas e muitos artesanatos. Compramos de tudo. E ainda tinham apresentações de musicas típicas. Muito legal.

Pela primeira vez na Tailândia, fizemos a massagem tailandesa, meu irmão, meu namorado e eu. Foi muito engraçado, eles te tocam em quase todas as suas partes, alguns movimentos são duros. Eu mantinha meus olhos fechado para não rir dos dois.

E o principal, soltamos balões com desejos, e na noite de ano novo, eram tantos balões no céu, que era impossível nao se impressionar. Foi lindo.

Cidade encantadora e que deixou a sensação de que ainda teremos que voltar de novo.

 

Leave a Reply

Close