Templos de Angkor Wat – primeiro dia

Os templos do complexo de Angkor Thom (conhecido como Angkor Wat)  são incríveis. E não é a toa que estavam na lista para concorrer para as 7 novas maravilhas do mundo, mas não passaram para a final. Essa região possui muitos e muitos templos, para ver todos é necessário bastante tempo e motivação. 

Quando chegamos a Siem Reap um tuk tuk nos ofereceu seus serviços e queria cobrar uma fortuna, porém ao receber um não como resposta, ele quis negociar. Fechamos o pacote de 3 dias com nosso tuk tuk por $45, incluindo um templo que ficava a 37km longe da cidade.

Para visitar os templos tem 3 opções: 1 dia ($20) , 3 dias ($40) e uma semana ($60).

Nós escolhemos 3 dias, que com certeza era suficiente. Pode-se alugar um tuk tuk para os 3 dias, ou ir 1 dia com tuk tuk e alugar bicicletas. Depende de cada um. Nós fizemos tudo com tuk tuks.

Eu estava muito doente e acabamos perdendo um dia, nesse dia fomos ver o sol se por no templo Phnom Bakheng, e foi super lindo e já deu para sentir uma sensação boa desse lugar.

Entardecer em Angkor Wat

No primeiro dia completo começamos às 7 da manhã (caso queira ver o sol nascer, o dia começa às 5 da manhã, mas atenção que muitos tuk tuk decidem cobrar $5 a mais para ir mais cedo) e nosso primeiro destino foi o principal Angkor Wat.

Visitando Angkor Wat e seus templos

O dia não estava tão quente e as pessoas estavam começando a aparecer. Foi a melhor coisas que fizemos chegar mais cedo lá, já que ele é o principal. As excursões começam as 8 da manhã. Andamos pouco a pouco e ficávamos maravilhados com cada detalhe, em como as pessoas a tanto tempo atrás construíram um lugar tão lindo e especial. Fiquei imaginando as pessoas que viviam lá na época. Por onde elas andavam? Como se comunicavam em um lugar tão grande? Claro que tiramos milhões de fotos.

Há um lugar interessante e que muitos amigos que já foram lá e não viram. É atrás do templo de Angkor fora das muralhas, bem atrás, tem um templo menor, e quando você vai caminhando até lá encontra muito, mas muitos macacos. Eu tirei uma banana e eles pularam para pegar ela. Quando chegamos no outro templo que tinha lá no fundo tinham muitos macacos. Um deles estava tentando roubar uma mochila de um turista. Vale a pena da uma passada.

Só em Angkor Wat nós passamos 3 horas. E quando estávamos indo embora um monte de excursões estavam chegando. Logo fomos ao Banteay Kdei que é um templo pequeno e rico em detalhes também e haviam várias árvores no templo, com suas raízes o envolvendo muito lindo.

Chegou a hora de visitar o famoso Ta Prohm  que é o templo onde foram gravadas cenas do filme Tomb Rider, e tem uma árvore gigante em cima do templo e suas raízes envolvem e entram nos tijolos das paredes. É super interessante.

Ta Keo já era o nosso quarto templo do dia, e eu já estava cansada. Ao entrar vimos que tínhamos que subir umas escadas super altas. Geralmente na porta dos templos tem crianças desesperadas tentando vender lembrancinhas, e os pais olhando de longe. É um pouco irritante, mas se eles não fazem os pais ficam com raiva.

Quando entramos no Ta Keo havia uma menininha local vendendo pulseiras. Ela nos olhou diferente e ficou fazendo careta para as rastas do Mariano, nessa hora ela já ganhou minha simpatia hahaha. Ela ficou brincando um pouco e depois fez uma trança no meu cabelo. Tiramos fotos e demos dinheiro para ela, mas ela não queria aceitar só receber, ela nos deu uma de suas pulseiras e continuou brincando. Quando a mãe dela apareceu, ela mudou totalmente e desapareceu. Deu uma pena de ver uma menina tão linda e sorridente com aquele olhar de medo. Ficamos com isso na cabeça e fomos encarar as escadas. Subimos e passeamos, aproveitamos e sentamos um pouco. Tudo era feito tão detalhadamente, é inacreditável.

Passamos pelo Victory Gate e fomos a um pequeno templo chamado Chau Say Thevada. Esse templo tem uma estrutura muito parecida com o Banteay Srey (templo que fica a 37km fora) e é um templo hindu com estilo de Angkor Wat. Para quem não tem muito tempo ou não quer gastar mais grana para ir no Banteay Srey, esse templo já vale a pena.

Preah Khan foi o templo que mais gostei. Não em questão de beleza e detalhes, já que todos eles são lindíssimos e é super difícil escolher um, mas sim pelo fato dele estar estruturado com pequenos cômodos e cheio de portas. Para a direção escolhida passávamos por muitas e muitas portas. Isso me deu uma sensação boa. E comecei a filosofar e pensar nesse templo como a minha vida: cheia de opções, de portas, para todas as direções. E não importa a direção, todas me levavam a um lugar lindo. Isso é mais ou menos o que eu acredito. Gostei muito.

Assim fomos ver o nosso último templo do dia, Bayon. Ele é o templo principal que o rei construiu para ser o centro da cidade de Angkor Thom. É um muito lindo e tem como característica principal as caras de pedra que ficam nas torres do templo transmitindo serenidade. Ótimo lugar para ver o pôr do sol.

Veja também o segundo dia nesses templos maravilhosos

Está procurando hotel para ficar em Siem Reap? O Booking.com tem acomodação que cabe no seu bolso e ainda você ajuda o blog. Reservando através do nosso link você não paga nada a mais por isso e uma pequena comissão é repassada para o blog.

Precisa de seguro? A nossa parceira Real Seguro de Viagem tem as melhores ofertas. Faça sua cotação com eles e se contratar o serviço através do nosso link nos ajudará a manter o blog sempre atualizado.

Seguro viagem geral 728x90

Curta nossa página no Facebook, siga o nosso Twitter e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Estou também no Snapchat (likewanderlust), me adiciona lá.

Gostou desse artigo? Compartilha! Comenta!

1 Comment

Leave a Reply