Como ir para Xian? Viajar de ônibus na China

Durante os nove meses que viajei pela Ásia, essa foi uma das experiências mais loucas que vivi. Passei por muitos perrengues, mas com certeza viajar de ônibus na China foi o maior deles. Mas vamos começar pelo começo. 


Viajar pela China de trem

Como assim de trem? Você não ia falar do ônibus?” Isso mesmo, mas preciso explicar isso antes. O meio de transporte mais econômico para viajar dentro do país é o trem. Li em vários blogs de viagem que era tranquilo ir de uma cidade a outra através dos trilhos. A dica de ouro é sempre pedir para a pessoa da recepção do hostel ou hotel em que você hospede-se anotar em um papel o que você quer comprar. Mas nesse post não vou falar com detalhes sobre o trem, fica para uma próxima. 

O que ninguém nunca me falou foi que em um país com bilhões de pessoas nem sempre teria um trem disponível. Óbvio que não. Nos últimos dias em Chengdu pedimos para a moça da recepção anotar bem o que queríamos, ainda mais depois da viagem horrível de 25 horas que fizemos até lá. 

Veja aqui: Viajar de trem para Chengdu

Ao chegar na estação de trem a atendente falava um inglês precário e repetia “no train” sem parar. Por sorte alguém que estava na louca estação de trem, falava inglês e viu nosso desespero, perguntou o que ela queria dizer com “no train“. O nosso pesadelo começava ali: os trens para Xian estavam lotados até a próxima semana. Não havia uma única vaga, nem em pé. Ficamos desesperados, ainda faltava tanto para conhecer e não podíamos ficar mais tempo em Chengdu. 

Estação de trem


Como ir a Xian?

Voltamos ao nosso hostel e conversamos com a mulher da recepção. Nossas opções eram precárias. Eu não animaria em dirigir na China, o trem estava lotado e o jeito era ir de avião. Fomos desesperados procurar preços de passagens. Buscando aqui e ali encontramos alguns lugares disponíveis em três dias com valores exorbitantes. Ficamos em uma indecisão sem tamanho e íamos sair do hostel para pensar no que fazer quando a mulher da recepção iluminou nossas ideias. “Por que vocês não vão de ônibus para Xian?” disse ela. Carambolas, como não havia pensado nisso antes. Ótima ideia! Afinal nunca pensei que viajar de ônibus na China teria nenhum problema. 


Comprar a passagem de ônibus

As rodoviárias conseguem ser mais desorganizadas que as estações de trem, e eu achava que não era possível. Chegamos lá com o papel que a recepcionista escreveu em chinês e fomos em vão procurar o guichê. Rodamos e rodamos, não tinha ideia de qual daquelas placas seria para a venda de passagens. Comecei desesperadamente mostrar o papel para as pessoas até que alguém nos direcionou para a cabine certa. 

Entreguei o papel e o atendente nos olhou curioso. Ele nem arriscou falar nada conosco, apenas estendeu a mão em busca de dinheiro para os bilhetes e nos entregou as passagens. Ficamos felizes que conseguimos, mas essa felicidade duraria pouco. 


Antes de embarcar

Voltamos para nosso hostel vitoriosos e mostramos nossa passagem para a recepcionista para ter certeza que estava tudo certo. Ela confirmou e fomos aproveitar nossa última noite em Chengdu. 

Preparamos todas as coisas e fomos cedo para a rodoviária para não ter erro. Mostramos nossa passagem para algumas pessoas e nos direcionaram para uma plataforma. Estava tranquila esperando dar o horário. À medida que ia se aproximando, comecei a ficar inquieta e pensar que talvez estivéssemos no lugar errado. Mostrei mais uma vez a passagem para alguém e me assentiram com a cabeça que esse era o lugar. 

Olho o relógio e faltavam apenas cinco minutos para o ônibus sair, isso não podia estar certo. Mostrei mais uma vez para alguém e a pessoa começou a correr e olhar para nossa cara nos chamando. Corremos atrás dela. Eu sabia que tinha algo errado, e tampouco tinha certeza que correr atrás daquela pessoa era o correto a fazer. A pessoa seguia em direção a um estacionamento com vários ônibus e nos apontou para um que estava ligado ali no meio. Mostrei a passagem para o motorista e ele afirmou com a cabeça que era o lugar certo. Meu marido foi guardar as mochilas e eu, primeiramente agradeci aquele chinês que nos salvou e depois fui atrás dos nossos lugares. 


Viajar de ônibus na China

Sentei cômoda no nosso assento quando pisquei o olho, havia um chinês a centímetros do meu rosto gritando comigo. Não entendia nada que estava acontecendo e pedia para ele parar de gritar comigo enquanto o ônibus inteiro nos olhava. Em vão comecei a gritar com ele também, afinal não aguentava mais seu bafo na minha cara. O motorista veio interceder, conferiu as duas passagens e o chinês estava no ônibus errado. Uma confusão tremenda. Depois fiquei pensando, se nem um chinês local conseguiu acertar o ônibus que ele tinha que ir, como seria possível que nós acertaríamos. Impossível! 

A viagem começou, passamos por várias cidadezinhas e paisagens. Os assentos não eram confortáveis e o ônibus em si era bem velhinho. Aos poucos a noite foi chegando e em pouco tempo seria hora de dormir para passar mais rápido. De repente o ônibus entra em um lugar sombrio e para ali, meu coração bateu mais rápido e não queria me mover. O motorista abriu a porta esperando que todos descessem. Mas eu não queria, admito que estava com medo. Não teve jeito, ele olhou para mim com uma cara de raiva e falou algumas palavras em chinês, sai de lá correndo. 

Era um estacionamento pequeno de um galpão, não sabia onde pisar afinal todos os chineses estavam cuspindo no chão. Fiquei com medo de cair algum cuspe no meu sapato. T-O-D-A-S as pessoas nos olhavam. Caminhamos um pouco e fomos em direção ao banheiro. Adivinhem? Não tinha porta e era apenas um buraco no chão. Seja lá o que eu quisesse fazer, teria que mostrar algo para as chinesas curiosas. Fui na última cabine com muita vergonha e tentei me esconder de todas as formas possíveis. Queria apenas desaparecer dali. Na minha cabeça não tinha como ficar pior que isso. Que ingênua!

Vimos um movimentação de pessoas voltando para o nosso ônibus, voltamos para nossos lugares enquanto o motorista arrancava o motor. Ele fechou a porta, contou se estavam todos no ônibus, sentou na sua cadeira e desligou tudo. Meu queixo caiu. O que ele estava fazendo? Olho para trás e todos, na maior naturalidade, ajeitaram-se em seus assentos e fecharam os olhos. Viro para meu marido e vejo seu rosto perdido, também tentando entender. Não podíamos fazer nada, apenas nos restava abaixar os assentos e dormir. Mas espera aí, minha poltrona não deita. Fala sério né? Esse não era meu dia mesmo. Deitei no colo do meu marido e em vão tentei cochilar. 

Claro que não consegui dormir até o dia amanhecer. O motorista acordou sozinho com os primeiros raios de sol e continuou a viagem, que durou em média de quinze horas. Finalmente chegamos na cidade de Xian e poderíamos visitar os guerreiros de Terracota. 


Vale a pena viajar de ônibus? 

Acho que nem preciso responder essa pergunta. Eu não recomendo a ninguém! Mais tarde escutei uma amiga taiwanesa me dizer que éramos loucos em viajar de ônibus na China, que muitos turistas que faziam isso eram sequestrados e vendidos no mercado negro do país. Ela disse que já saiu várias reportagens com diversos casos. Claro que essas coisas apenas ficamos sabendo quando já passamos pelo perrengue. Graças a Deus não aconteceu nada com a gente, e se você for para a China evite o ônibus. Planeje e compre suas passagens de trem com antecedência (especialmente se você for de Chengdu para Xian) que não terá nenhum problema.

Quer saber mais sobre Xian? Clique aqui

Está procurando hotel para ficar em Xian? O Booking.com tem acomodação que cabe no seu bolso e ainda você ajuda o blog. Reservando através do nosso link você não paga nada a mais por isso e uma pequena comissão é repassada para o blog.

Precisa de seguro? A nossa parceira Real Seguro de Viagem tem as melhores ofertas. Faça sua cotação com eles e se contratar o serviço através do nosso link nos ajudará a manter o blog sempre atualizado.

Seguro viagem geral 728x90

Curta nossa página no Facebook, siga o nosso Twitter e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Estou também no Snapchat (likewanderlust), me adiciona lá.

Gostou desse artigo? Compartilha! Comenta!

12 Comments

  1. Pedro Henriques

    12 de novembro de 2016 at 08:15

    Muito util este artigo para quem pretende visitar Xian! Se um dia viajar à China, certamente vou utilizar este guia! Obrigado pela partilha.

  2. Juliana (www.turistando.in)

    8 de novembro de 2016 at 00:01

    Menina… que pesadelo!!!!!
    Eu passei por algo similar no Peru, mas o teu perrengue não chega nem aos pés do que aconteceu comigo! Que medo!
    hahahahahaha

    1. Giulia Sampogna

      19 de novembro de 2016 at 05:04

      Juliana, esses perrengues são horríveis em viagens né?! Mas serve como experiencia para que outras pessoas não passem o mesmo. Obrigada pelo comentário.

  3. Fabio Pastorello

    7 de novembro de 2016 at 12:10

    Nossa, que perrengue horrível. Imagina, ser sequestrado, que horror. Mas esses textos são essenciais para alertar outros viajantes e desmistificar certos aspectos da viagem. Parabéns pelo texto!

  4. Contramapa

    7 de novembro de 2016 at 07:48

    Muito útil para quem visite Xian e China em geral! Quando eu visitar a China, vou voltar aqui. Obrigada!!

  5. Fábio Junior Alves

    7 de novembro de 2016 at 01:56

    Aventura atemorizante e dicas maravilhosas, evitaremos ônibus na China!!!! Fiquei imaginando aqui o perrengue, meu Deus! Esta história com certeza foi inesquecível.

  6. Larissa

    7 de novembro de 2016 at 00:24

    GENTE! Que sufoco! Pra sempre irei lembrar desse relato e nunca irei pensar em ônibus numa viagem pela China! Como assim o motorista dormiu gente? Pra que vendem passagem de noite então?

  7. Marlene Marques

    6 de novembro de 2016 at 23:15

    Que pesadelo!! Sou toda adepta em experimentar os transportes locais, mas essa viagem parece ser terrível! Obrigada pelo seu post. Muito provavelmente haverão outros viajantes com experiências mais positivas, mas é sempre bom ouvir as duas versões da história para quem pensa embarcar numa viagem dessas. 🙂

  8. Luciana

    6 de novembro de 2016 at 21:38

    Parabéns pelo post, suas dicas são essenciais. Não fui a Xian mas passei aperto em Pequim na compra de bilhetes de trem , por isso acho seu post perfeito para não passar perrengue. Muito bom 😉

  9. Carla Mota

    6 de novembro de 2016 at 19:53

    Adoro viajar na China de comboio. É aí que se conhece a verdadeira China. No entanto, parece-me que viajar na China não é para todos, especialmente de forma independente. A China testa-nos a paciência (ou a falta dela) e o melhor exemplo disso é tentar comprar os bilhetes de comboio nas estações. 😉

  10. clarissa ferreira

    6 de novembro de 2016 at 16:49

    Nossa, que perrengue! Eu consigo imaginar como é viajar de busão na China, apesar de ficar surpresa com essas notícias de sequestro que você falou, já que a China é considerada um país seguro para viajar. Eu fiz Beijing a Xian de trem e foi muuuito confortável, apesar da bagunça na estação de trem! A China não é para amadores hehehehe!

    1. Giulia Sampogna

      19 de novembro de 2016 at 09:17

      Com certeza Clarissa. Todos viajam de trem na maior parte do tempo. Eu não tinha ideia do perigo ate minha amiga me dizer anos depois. Obrigada pelo comentário.

Leave a Reply

Close