Como se locomover em Bali com segurança

Qualquer um que tenha visitado a ilha dirá a mesma coisa: o trânsito em Bali é uma loucura. Caótico e sem regras chega a ser um pouco perigoso dirigir por lá. Sempre temos que prezar pela nossa segurança primeiro para aproveitar as férias, por isso deixo essas dicas de como se locomover em Bali com segurança. 

Quais são os meios de transporte?

Como a ilha é grande não dá para ficar a pé. Mesmo que você durma em várias regiões diferentes precisará de um meio de transporte para se locomover de um lado a outro ou para conhecer templos. E o trânsito? Não há como fugir. Apenas aceite e evite os horários de pico, entre 18:00 e 20:00. E se você assim como eu, não sabe como se locomover em Bali te contarei minha experiência com cada meio de transporte e fica a seu critério. 

Moto

A moto é o meio mais usado entre moradores locais e turistas. Alugar uma scooter por dia sai uma média de 60.000 rúpias (R$13*). Pechinche o valor pois eles sempre lhe pedirão mais. Não deixe de fazer uma vistoria da moto e avise qualquer coisa que estiver fora do lugar ou um arranhão, assim eles não irão cobrar de você na hora que retornar a moto.

Várias lojas alugam motos

Use capacete e saiba que para encarar o trânsito precisará de coragem e valentia. Não existe seta, ninguém te dá a vez ou deixa você passar. Lembrando que eles dirigem na mão inglesa. É um caos literalmente. Carros e motos tentando passar ao mesmo tempo em ruas pequenas. No meu primeiro dia em Bali, quando vi como eles andavam, tirei qualquer possibilidade de alugar uma moto da minha cabeça. 

Motos por todos os lados

Tenha sempre sua carteira internacional de habilitação e cuidado com os policiais. Se for parado pode apostar que precisará “ajudar” o guarda para continuar viagem. Eles são muito corruptos e veem os turistas como notas de dinheiro ambulantes. Tenha sempre dinheiro trocado e separado em diferentes bolsos, nunca mostre o quanto de dinheiro você tem. Deixe que ele peça por uma “ajuda” e te diga o valor. Nunca ofereça. 

Carro

Para aqueles que gostam de dirigir em outros países e não se importam com a mão inglesa, dá para alugar um carro no aeroporto. As empresas Avis e Europcar estão disponíveis na área de desembarque. Lembrando que apenas será possível alugar o carro se tiver a Carteira Internacional de Habilitação. As regras são as mesmas para quem dirigi moto ou carro: muito cuidado. As pessoas aparecerão na sua frente do nada, ninguém deixará você passar e o trânsito é lento. Tenha paciência e muita atenção. Reserve sempre uns trocados em bolsos diferentes para os policiais corruptos que te pararem.

Motorista

Ficou com medo de dirigir e prefere um pouco mais de conforto? Você poderá negociar com um motorista um valor diário para que ele te leve para os lugares que você quiser. Eu fechei com um motorista apenas dois dias para fazer todos os templos da ilha e paguei 350.000 rúpias (R$80*) por dia em 2013. Quando fui agora com minha amiga esse valor já havia subido para 500.000 rúpias (R$114*) por dia. Se forem vários dias pode ser que ele aceite negociar e diminuir um pouco o valor. Onde encontrar um motorista? Bem simples, você verá diversos deles todos os dias enquanto caminhar pelas ruas de Bali. Nunca pague ele adiantado, apenas depois que ele te deixe de volta no hotel. Já escutei casos de pessoas que foram deixadas no meio de um templo e nunca mais viram o motorista ou seu dinheiro. 

Ônibus turístico

O transporte público de Bali é uma piada. Totalmente irregular, confuso e imprevisível. Para agradar os turistas a empresa Kura-Kura criou um ônibus que cobre 8 regiões: Kuta, Legian, Seminyak, Sanur, Jimbaran, South Nusa Dua, Nusa Dua e Ubud. São diversas paradas em cada linha. O ponto em comum entre todas elas é o DFS Bus Bay. Mas não confie no horário, com tanto trânsito é impossível ser pontual. Há vários pontos de vendas espalhados por todos os cantos e é possível comprar online também. Os preços são os seguintes:

  • Kuta, Legian e Seminyak: 20.000 rúpias (R$5*)
  • Sanur, Jimabaram, Nusa Dua e South Nusa Dua: 50.000 rúpias (R$11*)
  • Ubud: ida 80.000 rúpias (R$19*) e ida e volta 120.000 rúpias (R$28*)

Para os que querem explorar essas linhas em vários dias dá para comprar um pacote:
3 dias ilimitados: 150.000 rúpias (R$35*)
7 dias ilimitados: 250.000 rúpias  (R$58*)

Mapa das rotas do Ônibus Turístico

Mais informações: www.kura2bus.com

Táxi 

O Táxi oficial de Bali é o Blue Bird, um táxi azul com um pássaro no topo e as palavras “Blue Bird” escritas no painel do carro. Eles usam taxímetro e cobram 7.000 rúpias (R$2*) por quilômetro. As corridas saem muito baratas com eles. Usei várias vezes e recomendo.

Táxi oficial de Bali

ATENÇÃO: nem todo táxi azul e com um pássaro em cima é Blue Bird. Os taxistas locais são espertos e todos seus carros são azuis e parecidos com os oficiais. Uma vez que você entra nele a primeira coisa que ele vai te perguntar é “How much? (Quanto?)” e você perceberá que caiu em uma furada. Minha amiga e eu para sair da chuva pegamos um táxi para ir ao shopping que ficava 400 metros e não percebemos nosso erro. O taxista queria nos cobrar 50.000 rúpias (R$11*). Um absurdo. Então fique atento. 

Se não tiver opção e for pegar um dos táxis ilegais, negocie com ele antes de entrar no carro. Eles são muito espertos e apenas querem tirar dinheiro de você. Minha amiga e eu fomos ao templo de Uluwatu e queríamos voltar a Nusa Dua, perguntamos ao motorista local do templo e ele queria nos cobrar 300.000 rúpias (R$68*). Como nós sabíamos que não custava isso pedimos um Uber (já vou falar deles). Como eles não têm autorização de entrar na área dos templos, por causa dos motoristas locais, caminhamos até ele e nossa corrida saiu por 100.000 rúpias (R$22*). Que diferença não é mesmo? 

Uber

Essa foi a melhor e mais econômica opção que encontrei para se locomover em Bali. A maioria dos lugares tem free Wifi e antes de ir embora pedíamos o Uber no aplicativo. Os motoristas eram muito educados e prestativos. A maioria das nossas viagens de um lado a outro saia entre 20.000 (R$4*) a 70.000 (R$16*). Fizemos uma viagem de 1 hora entre Seminyak e Nusa Dua e pagamos 150.000 (R$34*). Esse foi o máximo que pagamos em uma viagem. Vale muito a pena.

Uber é a forma mais segura e barata de conhecer Bali com conforto

Apenas cuidado com uns espertinhos. Se te pedirem para pagar qualquer coisa extra você diz que não e que o Uber não autoriza pagar dinheiro. Ao me deixar no aeroporto o meu motorista me pediu para pagar o estacionamento e me disse que custava 50.000 rúpias (R$11*). Achei caro mas acreditei nele e paguei. Quando conferi a viagem já estava incluído o estacionamento que custava 2.000 rúpias (R$0.50 centavos*). Entrei em contato com o Uber e eles me falaram que eu não deveria pagar nunca nada extra no carro e que eles notificariam o motorista. Me devolveram os 2.000 que ele incluiu na viagem e pronto. Mais uma vez passaram a perna em mim em Bali. 

Como se locomover em Bali com segurança? 

Apenas fique atento e escolha o meio de transporte no qual ficará mais confortável. Se for dirigir seja cauteloso no meio do caos. E se cair em alguma cilada, não se preocupe ou deixe isso estragar suas férias, afinal quem nunca foi enganado em Bali? 

*Todos os valores são de Fevereiro de 2017.

Leia aqui mais dicas sobre Bali

Está procurando hotel para suas férias? O Booking.com tem acomodação que cabe no seu bolso e ainda você ajuda o blog. Reservando através do nosso link você não paga nada a mais por isso e uma pequena comissão é repassada para o blog para seguir o sonho de trabalhar com esse meio.

Precisa de seguro? A nossa parceira Real Seguro de Viagem tem as melhores ofertas. Faça sua cotação com eles e se contratar o serviço através do nosso link nos ajudará a manter o blog sempre atualizado.

Seguro viagem geral 728x90

Curta nossa página no Facebook, siga o nosso Twitter e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Estou também no Snapchat (likewanderlust), me adiciona lá.
Gostou desse artigo? Compartilha! Comenta!

20 Comments

  1. Pedro Henriques

    28 de fevereiro de 2017 at 22:07

    Dicas muito uteis para quem viaja para Bali e procura meios de transporte! É logo das primeiras coisas que pesquiso quando vou viajar, obrigado!

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:04

      Eu também Pedro. Obrigada pelo comentário.

  2. Contramapa

    28 de fevereiro de 2017 at 03:16

    Boas dicas! Bali é aquele destino que ainda tenho de conhecer e realmente já tinha ouvido falar que grande parte dos backpackers andam de moto por lá, mas não sabia que existiam tantas outras opções!

  3. Klécia

    28 de fevereiro de 2017 at 01:49

    Adorei tuas dicas! Não sabia dessa loucura em Bali, nunca tinha lido post sobre isso e como nunca li muito sobre o destino, foi novidade pra mim. Já é ótimo começo pra começar a programar uma viagem pra lá sabendo das dificuldades de locomoção. Adoro descobrir mais do mundo e viajar por aqui 🙂

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:05

      Verdade Klécia, pouco a pouco vamos viajando por lugares através dos blogs de viagem. Obrigada pelo comentário.

  4. Isabela Bastos

    28 de fevereiro de 2017 at 00:14

    Sem dúvida este foi o post mais completo que já li sobre como se locomover em Bali! Perfeito! Quero muito fazer uma viagem à Ásia e aprendi muuuuito aqui caso Bali esteja no meu roteiro.
    Parabéns

  5. Paula

    27 de fevereiro de 2017 at 21:45

    Giulia

    Que maravilha que o uber funciona em Bali! Eu acho o uber maravilhoso, e é o mais “honesto” apesar desse seu problema com ele querer que vc pague estacionamento. Foi bom ver que há vários meios de transporte em Bali

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:07

      Realmente, bom ter o Uber em lugares assim. Obrigada pelo comentário.

  6. Camilla Kafino

    27 de fevereiro de 2017 at 12:25

    Oi Giulia, que boa dica saber que agora exiset Uber em Bali. Quando eu fui ficamos de motorista o tempo inteiro. Nem pensar que eu me arriscaria naquele trânsito maluco 😀

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:07

      Verdade Camilla eu também não. Uma doideira. Obrigada pelo comentário.

  7. Renata Sucena

    27 de fevereiro de 2017 at 10:15

    Ótimas ficas Giulia! Bali deve ser linda demais!! Tenho vontade de conhecer!

  8. Tina

    27 de fevereiro de 2017 at 04:02

    Excelentes dicas! Londres me acosumou mal a confiar no transporte público e não gosto de dirigir, principalmente quando viajo. Apesar de estar super acostumada com a mão inglesa, acho que minha opção em Bali seri o querido Uber!

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:11

      Melhor opção mesmo Tina. Obrigada pelo comentário.

  9. Fabia Fuzeti

    26 de fevereiro de 2017 at 23:51

    acho que eu nunca teria coragem de dirigir num lugar desses. É insano! Precisa de mutia coragem mesmo. rs
    Super completo o post com todas as opçoes de transporte!

  10. GUILHERME

    26 de fevereiro de 2017 at 15:55

    Oi, Giulia! Gostei das dicas. Estive em Bali em novembro e não tive coragem de dirigir… É uma loucura mesmo. Peguei táxis Blue Bird e não tive problemas, são os melhores mesmo. Não utilizei nenhuma vez o Uber, mas agora sei que é uma ótima opção na ilha. Na próxima vez vou experimentar! 🙂

    1. Giulia Sampogna

      1 de março de 2017 at 22:08

      Se você pegou os táxis oficiais não tem problema mesmo não. Obrigada pelo comentário.

Leave a Reply

Close