Conheça Paraty e seu centro histórico charmoso e colonial

Localizada a 4 horas do Rio de Janeiro, a cidade de Paraty sempre esteve na minha lista de destinos brasileiros. Com tanto charme e cultura não dava para prorrogar mais, tinha que conhecer Paraty e seu centro histórico. 

Centro histórico de Paraty

Conheci a cidade em 2011. Tinha ido ao Brasil visitar minha família e esperava ansiosamente por meu namorado argentino (agora marido). Ele estava muito empolgado em visitar o Brasil com sua companheira local e eu não queria decepciona-lo. Reservei alguns dias na cidade maravilhosa, afinal o Rio de Janeiro surpreende qualquer um. 

Mas eu queria mais, algo que não fosse tão longe do Rio e que fosse chamar sua atenção. Um lugar lindo, que além de lindas praias oferecesse história. A resposta estava ali na minha listinha de lugares que sempre quis conhecer. 

Como ir a Paraty

Eu queria muito alugar um carro, mas só de pensar em ter que dirigir no Rio de Janeiro me dava um frio na barriga. Decidi pela opção mais fácil, ir de ônibus. Saindo do Rio de Janeiro não tem erro. Comprei uma passagem com a empresa Costa Verde. Atualmente eles têm uma média de 12 horários disponíveis tanto de ida quanto de volta. A passagem de ida custa R$83,45 e a volta R$78. Claro que depende do dia, horário e tipo de ônibus. Apenas fiz uma simulação no site oficial para ver quanto custa. 

Um pouco da história

De acordo com o site Paraty.com.br a cidade foi fundada em 1667 e era construída em volta da Igreja da Nossa Senhora do Remédios, a padroeira da cidade. Logo depois tornou-se importante porto onde as riquezas provenientes de Minas Gerais eram enviadas a Portugal. A cidade é Patrimônio Nacional e candidata à Patrimônio da Humanidade.

Conheça Paraty e seu centro histórico

Paraty é puro charme. Caminhar por suas ruas de pedras conhecidas como “pés-de-moleque” te transporta para outra época. Observava atenta seus casarões antigos coloniais e tentava imaginar como seria viver ali a tantos anos atrás. 

Não busquei atrações ou coisas para fazer, apenas queria viajar pela história e tentar passar aquilo para meu argentino. Caminhamos tranquilamente por suas ruas, observando a arquitetura do Brasil colonial. 

Dica: escolha um calçado confortável e de preferência fechado (tênis) para caminhar pelo centro por causa das pedras. No primeiro dia tentei ir de chinelo e que perigo. Quase tropecei diversas vezes e prendi ele no meio das pedras outras tantas.

Cartão postal da cidade

Visitamos o cartão postal da cidade, a Igreja Santa Rita e foi aí que caiu a ficha de que realmente estava lá. Passamos um certo tempo observando os barcos de pescadores e aproveitando o clima do lugar. 

Passeio de barco

Li em diversos lugares que para acessar as praias de Paraty era um pouco complicado. A maneira mais fácil era de barco. Reservamos um passeio que nos levou para ver peixinhos nas águas transparentes, praias desertas e claro, a melhor vista da cidade de Paraty. Mesmo com o tempo fechado curtimos cada segundo. 

Está procurando hotel para suas férias? O Booking.com tem acomodação que cabe no seu bolso e ainda você ajuda o blog. Reservando através do nosso link você não paga nada a mais por isso e uma pequena comissão é repassada para o blog para seguir o sonho de trabalhar com esse meio.

Precisa de seguro? A nossa parceira Real Seguro de Viagem tem as melhores ofertas. Faça sua cotação com eles e se contratar o serviço através do nosso link nos ajudará a manter o blog sempre atualizado.

Seguro viagem brasil 728x90

Curta nossa página no Facebook, siga o nosso Twitter e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Estou também no Snapchat (likewanderlust), me adiciona lá.

Gostou de Paraty e seu centro histórico? Compartilha! Comenta!

Leave a Reply

Close