Vale a pena atravessar a Brooklyn Bridge a pé? | Nova York

Ela é super famosa, queridinha dos cineastas e um dos cartões postais de Nova York. Li em vários lados que deveria conhecer a ponte. Decidi atravessar a Brooklyn Bridge a pé e te conto aqui se vale ou não a pena.

Depois de passar a manhã passeando pela região do World Trade Centre fomos caminhando de lá para a ponte. Nada planejado e sem correria. Essa é a dica principal, para fazer essa travessia vá com calma para curtir o cenário. Essa é uma das programações que não te custam nada e onde resultará lindas fotos e memórias.

A ponte está sobre o Rio East e liga Manhattan e Brooklyn. Ela mede 1834 metros de extensão de acordo com o Wikipedia. Uma das pontes de suspensão mais antigas dos Estados Unidos.

Curiosidade
A Brooklyn Bridge começou a ser construída em 1869 e demorou 14 anos para ser concluída. O arquiteto responsável por ela nunca viu seu projeto pronto. John Augustus Roebling sofreu uma lesão em seu pé bem no começo da construção da ponte. Semanas depois ele morreu de tétano.

Atravessar a Brooklyn Bridge a pé

Eu não tinha pensando em fazer esse trajeto de bicicleta pois não sou muito confidente com as duas rodas. No meu caso só me restava ir a pé mesmo. Porém muitas pessoas alugam bicicletas para fazer esse passeio. O único problema são as centenas de turistas por todos os lados, sendo que grande maioria não respeita a linha específica para ciclistas. Então em vez de aproveitar a travessia, eles ficavam frenéticos com o sininho pedindo para que as pessoas saíssem da frente.

A medida que caminhava pela ponte via Manhattan ao fundo

♦ Dica: se quiser atravessar a ponte de bicicleta vá de manhã cedo já que é um horário menos movimentado.

De que lado eu começo?

A maioria dos lugares que li recomendavam fazer a caminhada do Brooklyn para Manhattan, porém como eu tinha planejado meu dia para terminar no Brooklyn e de lá ir para a casa do meu irmão, eu fiz o sentido contrário. Muitos dizem que ir para Manhattan é melhor porque a ponte tem uma inclinação para aquele lado, deixando a caminhada mais leve. E quem vai de bicicleta também aproveitaria mais a vista indo nesse sentido. E não esqueça de usar calçados confortáveis, pois a caminhada é longa.

Como chegar?

Não tem erro, seja o lado que escolher você pode ir caminhando ou de metrô. A estação mais perto da ponte em Manhattan é a Brooklyn Bridge City Hall Station e nela passa a linha verde com os trens 4,5 e 6. Já do lado do Brooklyn a mais perto da ponte é a High Street – Brooklyn Bridge. Nela passa a linha azul e os trens A e C. Há uma outra estação que fica perto também que é a York Street Subway. Nela passa a linha laranja e o trem F.

Vale a pena atravessar a Brooklyn Bridge a pé?

Com certeza absoluta. Uma das melhores coisas que fiz durante minha estadia em Nova York. Sabe por que? Ao caminhar pela ponte você sente a vibração da cidade vindo de todos os lados, curte um visual incrível e é transportado para um cenário de filme. Não esqueça de levar a câmera ou telefone com espaço e bateria carregada. Lugar para tirar fotos não vai faltar. Além da linda ponte e a paisagem de Manhattan no fundo, dá para ver a Estátua da Liberdade enfeitando a cidade.

Na ponte foi onde me sintonizei com a cidade.

Tinha um tour que eu queria muito fazer, mas como não sou muito boa andando com a bicicleta (ainda vou aprender) tive que fazer o passeio caminhando. Nesse tour o guia te mostra vários lugares legais em Manhattan e no Brooklyn. Parece bem completo. Da uma olhadinha aqui.

E se você quiser uma experiência completa, tem um tour que faz a travessia da ponte e um passeio pelo Brooklyn. Veja os detalhes aqui.

Lindas vistas

Não deixe de reservar com antecedência seus passeios e atrações. Eu acabei deixando de ver lugares que queria por não ter feito com antecedência. Além de tudo você economiza dinheiro e tempo.

Quer mais dicas de Nova York? Clica aqui

Faça sua reserva aqui

Você sabia que se fizer qualquer reserva através dos meus parceiros você estará ajudando o blog? Isso mesmo! Você não paga NADA a mais por isso, pelo contrário, ganha dicas e ainda descontos. Quando um leitor reserva através dos links abaixo, uma pequena comissão é repassada para o blog. Uma ajudinha para continuar trabalhando nesse meio. E se não for viajar agora, salva o link aí nos favoritos para quando for planejar sua viagem.

Hotel on Apple iOS 10.3
Hotel
: O Booking.com já está na minha vida a maior tempão, sempre fiz reservas através dele. Plataforma segura e com os melhores preços de hotéis no mundo todo.



Booking.com

Bed on Apple iOS 10.3
Airbnb
: Que tal ficar na casa de uma pessoa local durante suas férias. É uma experiência bem legal. Saiba mais sobre o Airbnb aqui. E se quiser ganhar $50 de desconto na sua primeira estadia, clique aqui.

Face With Thermometer on Apple iOS 10.3
Seguro de viagem
: como diz o ditado “É melhor prevenir do que remediar”. Por isso não dê mole e contrate um seguro viagem para evitar qualquer dor de cabeça nas suas férias. Com a Seguros Promo você faz uma cotação com as melhores seguradoras e pode escolher a mais barata. Não para por aí, por ser meu querido leitor use o cupom de desconto LIKEWANDERLUST5 e receba 5% de desconto.

Roller Coaster on Apple iOS 10.3
Atrações
: Esse é o meu parceiro favorito, Get Your Guide. Reserve ingressos para atrações em qualquer lugar do mundo, economize bastante e ainda evite filas. Bom demais não é? Garanta seus ingressos aqui.

Curta nossa página no Facebook, siga o nosso Twitter e Instagram para ficar por dentro de todas as novidades. Estou também no Snapchat (likewanderlust), me adiciona lá.

Gostou de “Vale a pena atravessar a Brooklyn Bridge a pé”? Compartilha! Comenta!

  1. Edson Amorina Jr 5 de Fevereiro de 2018 at 23:28

    Eu não atravessei, preciso voltar para fazer algumas atrações turísticas de NY que acabei não fazendo. Bom post!

    1. Giulia Sampogna 6 de Fevereiro de 2018 at 21:14

      Sempre fica coisas para fazer em NY né? Abraços.

  2. Juliana Moreti 24 de Janeiro de 2018 at 08:20

    Gostei de tua dica. Eu fui para o Brooklin com o ônibus Hop on Hop off e naquela época nem me passou pela cabeça atravessá-la a pé (muito frio). Mas retornando, quero fazer isso
    😉

    1. Giulia Sampogna 26 de Janeiro de 2018 at 16:41

      Imagino que com o frio não deve ser tão legal.

  3. Ana Coutinho 24 de Janeiro de 2018 at 07:33

    Que bacana! Será que um dia visitarei New York? Não eh um dos meus destinos favoritos mas sempre me encanto com os posts que leio sobre o lugar! Certamente eu faria a travessia a pé. Além de ser uma caminhada ótima ainda renderia lindas fotos e momentos inesquecíveis!

    1. Giulia Sampogna 26 de Janeiro de 2018 at 16:42

      Com certeza. Espero que va um dia! 🙂

  4. ADRIANA MAGALHAES ALVES DE MELO 24 de Janeiro de 2018 at 01:07

    Ah, concordo contigo, claro que vale a pena… Eu fiz esse passeio e achei sensacional. Fui do Brooklin pra Manhattan.

  5. Leo Vidal 23 de Janeiro de 2018 at 11:15

    Eu acho essencial atravessar a ponte, ao menos em um dos sentidos a pé. Adorei andar por ela e acho que o sentido Brooklyn-Manhattan é bem melhor.

    1. Giulia Sampogna 23 de Janeiro de 2018 at 19:43

      Que legal saber Leo. Todo mundo me dizia o mesmo. Como eu estava indo de tardezinha, se fizesse no sentido contrário já ia estar muito tarde. Valeu muito a pena igual,ente. Abraços.

Comments are closed.